BIOLOGICUS FORUM

Forum de Estudantes de Biologia da Universidade do Porto


Estudo contraria Teoria Darwiniana d Sobrevivência do + apto

Compartilhe
avatar
Varicela

Número de Mensagens : 853
24082010

Estudo contraria Teoria Darwiniana d Sobrevivência do + apto

Mensagem por Varicela

http://naturlink.sapo.pt/article.aspx?menuid=20&cid=23307&bl=1

Estudo contraria Teoria Darwiniana da “Sobrevivência do mais apto”
Um trabalho realizado por cientistas ingleses sugere que a força motriz da evolução não é a competição mas sim a disponibilidade de habitat favorável e de alimento, ou seja, a existência de um nicho ecológico vago.

A “Teoria do Evolucionismo” de Darwin, embora amplamente aceite, nunca foi consensual e recentemente foi publicado mais um estudo na revista Biology Letters que contraria o raciocínio implícito.

Com efeito, investigadores da Universidade de Bristol (Inglaterra) contestam que a força motriz por detrás da Evolução seja a competição através da “Sobrevivência do mais apto”, defendendo alternativamente que o motor do fenómeno é a disponibilidade de habitat favorável e alimento, i.e., a existência de um nicho ecológico vago.

Esta é a conclusão da sua investigação que analisou os padrões de Evolução de anfíbios, répteis mamíferos e aves ao longo dos últimos 400 milhões de anos que revelou que a biodiversidade espelha o “espaço livre” disponível.

Como explica Mike Benton, co-autor do estudo “Por exemplo, embora os mamíferos tenham vivido lado a lado com os dinossáurios durante 60 milhões de anos, não foram capazes de “vencê-los em competição”. Mas quando os dinossáurios se extinguiram, os mamíferos rapidamente ocuparam os nichos que eles deixaram livres e actualmente os mamíferos dominam em terra”.

Embora interessante, o raciocínio não é linear, segundo Stephen Sterns, da Universidade de Yale. De acordo com este investigador, que volta a pegar no exemplo dos mamíferos versus répteis “Se os répteis não fossem superiores em termos competitivos em relação aos mamíferos durante o Mesozóico, então porque razão é que os mamíferos apenas se expandiram depois da extinção dos grandes répteis no fim do Mesozóico?”

E o cientista acrescenta “E, em geral qual o que motiva o ímpeto para ocupar novas partes do espaço ecológico se não evitar a competição com as espécies no espaço já ocupado?”

Fonte: www.bbc.co.uk/news

Leituras Adicionais

O estudo dos fósseis e a evolução da vida

Visitas Guiadas "A Aventura da Terra - Um planeta em evolução"

Documentos Recomendados

Extinção e o Registro Fóssil

Is evolution Darwinian or_and Lamarckian
Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

avatar

Mensagem em Ter 24 Ago 2010, 13:04 por Yeti

contudo, esse título está inapropriado... se se vir bem, o estudo não contraria, de facto, a teoria de darwin... até acho que acaba por a corroborar.

a "sobrevivência do mais apto" não se aplica apenas a termos de competição directa... o que eles usam para justificar este estudo ("disponibilidade de habitat favorável e alimento") continua a ser sobrevivência do mais apto às condições disponíveis... Darwin não afirmava que a competição teria de ser necessariamente espécie vs. espécie, mas sim várias espécies com diferentes aptidões para as condições de determinado meio em determinado momento, umas mais aptas que outras naquele momento e com maior facilidade e probabilidade de progredir do que as outras... exactamente o exemplo dos répteis (dinossauros) e dos mamíferos, exemplo que na notícia aparece como que uma contraposição a Darwin... discordo...

acho que a notícia exagera um pouco no título, e erradamente...
avatar

Mensagem em Ter 24 Ago 2010, 13:23 por Romana

é a forma de ganhar dinheiro e reconhecimento.. eu também tive de facto essa ideia..

Afinal até o exemplo dos mamiferos e dos repteis so mostra isso.. após a extinção dos repteis tudo ficou propicio a que fossem os mamiferos a terem um boom de crescimento e de dominância..

Tudo levou a que estes mesmos se adaptassem as condições do momento, ao contrário dos repteis
avatar

Mensagem em Qua 25 Ago 2010, 00:05 por Birge Maria

muito bem meus discípulos, estais atentos!!

de facto o artigo vem sublinhar mais uma ideia evolucionista, sem contrariar necessariamente fundamentos já antigos. Apoia pensamentos que apesar de um pouco dif, nao obstante sublinham a ideia do primeiro pensamento de darwin.


e com isto tenho a dizer: o caranguejo, esse simples artropode que por ai anda, é dos organismos mais bem adaptados. Nao se encontra em vias de extinaçao como tantos desses mamiferos pós-dinossauros e sobrevive até 4 meses sem comida, 1 semana sem água....condiçoes que dificilmente sao batidas por outros organismos.

ou entao olhemos para o caso dos nautilos...esse simples molusco que vagueia nesses oceanos há incontaveis anos


etc.
avatar

Mensagem em Qua 25 Ago 2010, 02:38 por Romana

e no entanto nada bate as bactérias.. algumas que existem desde o inicio dos tempos x'DD
avatar

Mensagem em Qua 25 Ago 2010, 13:48 por Birge Maria

ciano Ftw!!!!

Mensagem  por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Sab 25 Nov 2017, 03:59